Pages Menu
TwitterFacebook
Categories Menu

Posted by on abr 26, 2019 in Sexta de ideias | 0 comments

Memórias de Teresinha

Memórias de Teresinha

Quem não se lembra da Teresinha do Chico Buarque?

Ganhou flores, bicho de pelúcia, um broche de ametista, mas disse “não” ao candidato.

O segundo que parecia “chave de cadeia” até chegou a seduzi-la, mas Teresinha se empoderou e deu cartão vermelho.

Já o terceiro, chegou como quem não queria nada e conquistou a moça de maneira mais definitiva.

Como será que conseguiu?

Deve ter feito uma boa sondagem junto a vizinhos, família e até aos “ex”.

Pesquisou as dores e prazeres dela e se apresentou de maneira relevante.

Na geração de “leads” também precisamos adotar esta postura.

Abrir o coração da empresa a novos clientes é fundamental. Entretanto, qualifica-lo previamente vai garantir a permanência deles.

  • Quais os motivos da aproximação?
  • O que eles querem de nós?
  • Podemos e queremos atende-los?

Casamentos de conveniência causam estragos.

Por isso, não ofereça uma ametista a quem não usa joias. Qualifique os “leads” gerados e segmente-os em abordagem e ofertas.

Casamentos duradouros a você!!!

Diretor de atendimento e planejamento da Fine Marketing, especialista em comunicação dirigida e varejo. Atua também como consultor em treinamento de equipes comerciais.

Post a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Pin It on Pinterest

Share This